LinkedIn Ads: como usá-lo para negócios digitais? - we.digi

Como você enxerga o Linkedin em uma estratégia digital? Muitas pessoas ainda consideram a rede social apenas como uma vitrine de posicionamento profissional para pessoas físicas, onde os usuários alimentam seus feeds com informações sobre suas áreas de atuação, mercado, comportamento, entre outros assuntos que podem não parecerem relevantes para quem deseja ter mais amplitude digital.

Ledo engano. Os mesmos consumidores que estão presentes em outras redes sociais também estão no Linkedin, basta saber como direcionar o seu discurso entre esses diferentes canais para que a comunicação seja mais efetiva e ter o objetivo alcançado.

Junte-se a nós
Receba conteúdos sobre marketing de performance, Plataforma Vtex e performance digital exclusivos e com prioridade

Infelizmente com a crise causada pelo COVID-19, muitas pessoas perderam seus empregos, o que consequentemente, a busca por novas posições aumentou dentro de plataformas como o Linkedin. Com isso, o tempo que esses usuários têm passado dentro dessa rede social aumentou, ampliando também as possibilidades de comunicação com seu público nesse canal.

Lembre-se, você não precisa tentar vender seu produto para seu público o tempo todo. É preciso também fortalecer a sua marca e a sua presença online, contribuindo para que haja, de fato, um relacionamento duradouro e eficaz entre ambas as partes. Dessa forma, as chances de conquistar clientes mais fiéis a sua empresa aumentam.

Como fortalecer a sua marca dentro do Linkedin?

Existem várias formas de fortalecer uma marca dentro do Linkedin. Publicações de ações internas para trabalhar o employer branding, posicionar-se sobre determinado assunto, levantar discussões pertinentes para o universo da marca, manter contato com decisores de compra, entre tantos outros, são maneiras efetivas para trabalhar dentro da rede social.

Mas como saber onde o público certo está e como alcançá-los? Da mesma maneira que você mapeia e interage com seu público em outras redes sociais: por meio da segmentação de anúncios, ou melhor, pelo Linkedin Ads.

Com o Linkedin Ads é possível não só fazer remarketing, como também criar campanhas de tráfego frio para aquisição de novos usuários. Outro formato disponível na rede social e muito eficaz é o anúncio em conversa. Com ele é possível trabalhar a recuperação de carrinhos abandonados, boletos e pedidos, etc. Já pensou em automatizar esse processo dentro do próprio Linkedin? Acredite, é totalmente possível e efetivo. Veja a seguir por onde começar.

3 passos para montar uma campanha de anúncio em conversa no Linkedin Ads

Passo 1: Tudo começa pelo objetivo

Cada objetivo pode gerar uma conversa diferente, concorda? É assim que funciona aqui também. Primeiramente, determine quais objetivos você tem com a campanha para criar experiências interativas e pessoais com o seu público. Dessa forma, é possível personalizar uma campanha para que gere consideração de marca, por exemplo, e direcionar o tráfego para o seu site, aumentando ainda, as chances de gerar leads qualificados e vendas reais.

Passo 2: Hora de criar conversas engajantes

Com o objetivo traçado, é hora de criar conversas que vão despertar o interesse do seu público. Usando o exemplo acima, se o objetivo for trabalhar a consideração de marca, apresentar cases de sucesso ou uma nova linha de produtos de forma personalizada e com uma comunicação pessoal pode funcionar muito bem. Lembre-se: a ideia é ser uma conversa natural, portanto evite abordagens que aparentam algo muito distante da realidade.

Paso 3: Analise os insights e potencialize sua campanha

Assim como em qualquer campanha, você só saberá se houve sucesso se analisar os dados gerados por ela. Quando uma campanha no Linkedin Ads é ativada, insights valiosos podem ser extraído direto do Gerenciador de Campanhas. Nessa área você poderá analisar relatórios de dados demográficos e otimizar a segmentação, gerando demanda para o público adequado.

O Linkedin é uma rede em pleno crescimento e tem se solidificado cada vez mais não somente para uso de pessoas físicas, mas também como canal de estratégia de marca, porém ainda não são todas as marcas que estão aproveitando o potencial que ele apresenta.

Já não está na hora de explorar este canal?
Fale com a gente!

Se você ainda não domina a ferramenta e gostaria de testá-la e entender como o seu público se comporta em relação a sua marca dentro dessa plataforma, entre em contato com a nossa equipe de performance e comece uma campanha de anúncio em conversa no Linkedin Ads. Inserindo o pixel do Linkedin o quanto antes, será possível marcar os usuários corretos e impacta-los da melhor forma, sem perder tempo e aumentando as oportunidades de ter resultados mais sólidos.

    Por Fabio Costa

    Head de Mídia
    Pai de um casal pimentinha
    Apaixonado por filmes e Copa do Mundo