5 erros de SEO para ecommerce que você deve evitar

As técnicas de SEO para ranquear um texto de blog nos principais resultados em sites de busca estão bem difundidas entre os produtores de conteúdo do mercado. Porém, o que nem todo gestor de loja online sabe é que o SEO para ecommerce pode e deve ser trabalhado para que as páginas de produtos também ganhem destaque orgânico. 

Para que os produtos de um ecommerce ganhem relevância nos sites de busca, não basta listar item por item e esperar que os algoritmos entendam a importância que isso representa para o usuário. É preciso mais.

O fato é que otimizar o e-commerce para SEO não é tão simples como parece, tendo seu grau de dificuldade maior que as técnicas para blogs ou sites corporativos. Isso porque, em um ecommerce é muito comum que haja entrada e saída frequente de produtos, alterando os conteúdos das páginas e interferindo diretamente na otimização.

Se a sua prática de SEO para ecommerce envolve somente destacar palavras-chave, esse texto é para você. Veja nesse artigo, os principais erros cometidos na otimização de lojas online para aumentar o tráfego orgânico e ganhar mais destaque nas buscas do Google.

Junte-se a nós
Receba conteúdos sobre marketing de performance, Plataforma Vtex e performance digital exclusivos e com prioridade

5 erros de SEO para ecommerce que devem passar longe da sua loja

ERRO 1 – Não usar descrição de produto

Não descrever o produto é um erro grave, pois quando esse campo não é devidamente preenchido, as chances de aparecer entre as 10 primeiras opções são drasticamente reduzidas. Uma boa forma de começar a escrever a descrição dos seus produtos é pensar sempre em utilizar conteúdos originais que realmente descrevem o produto e que ajudem os usuários a tomarem uma decisão de compra. Outra dica é nunca copiar e colar textos de outros sites, isso fará com que seu site seja penalizado pelos motores de busca. Por último, evite escrever demais, pois textos muito longos podem ter efeito negativo e colocar tudo a perder.

ERRO 2 – Descrição do fabricante deve ser usada pelo fabricante

Ganhar tempo utilizando as descrições enviadas pelos fabricantes é outro grande erro quando falamos em SEO para ecommerce. Isso porque, esses textos são enviados para muitas lojas online que, por sua vez, utilizam de forma original. Resultado: muitos sites usando textos repetidos, indicando aos motores de busca a utilização de conteúdo não-original e minando as possibilidades de ganhar posição nas pesquisas.

ERRO 3 –  Falta de avaliação

O boca a boca ainda vive! A prova disso é a importância que as avaliações apresentam em um ecommerce. Quando uma loja online não oferece esse recurso, as chances de venda podem ser reduzidas. Isso acontece, pois o consumidor tem a necessidade de validar a ação a partir da experiência de outros compradores. E o que isso tem a ver com SEO para ecommerce? Tudo. Os sites de busca levam em consideração a experiência de compra e usabilidade do usuário real para definir seus algoritmos. Por isso, habilitar essa funcionalidade é altamente recomendado para elevar a experiência de compra do seu cliente e também, aparecer no topo dos sites de pesquisas.

ERRO 4  – Title tag repetidas

É muito comum em um ecommerce encontrar títulos repetidos de produtos, ainda mais quando existem muitos itens da mesma marca. Essa duplicidade é prejudicial para o SEO da sua loja online, pois dificulta a leitura, a identificação e a diferenciação dos produtos. Porém, nem sempre é fácil criar títulos novos sem repetição, a dica para isso é estruturar sua title tag por Marca – Modelo – Tipo de Item. Outra forma é, ao invés de focar em palavras-chave que, certamente serão repetidas em algum momento, é usar frases-chave únicas. Esse é um bom caminho, pois é dessa forma que os compradores costumam fazer suas buscas e, sabendo disso, os algoritmos entendem que esse padrão pode ser mais relevante para o usuário.

ERRO 5 – Não dar importância para a usabilidade

Os algoritmos podem mudar com frequência, mas se tem algo que não muda é a regra:  o que é bom e único para os usuário, é bom para o Google. Ou seja, quanto mais tempo os usuários permanecerem na sua loja e clicarem menos para voltar para a página de resultados da pesquisa, maior será o indicativo de que o Google os levou para o lugar certo. Portanto, se as pessoas gostarem do seu site e tiverem uma navegabilidade fluida, a probabilidade de criarem links para ele, aumentará ainda mais as chances de levar a sua página para o topo das buscas e aumentar o tráfego orgânico por meio do SEO para ecommerce.

Você já cometeu algum desses erros na sua loja online? O núcleo de growth da we.digi possui profissionais altamente qualificados para aumentar a performance de ecommerces utilizando as principais técnicas de SEO e fortalecendo a presença online de maneira orgânica.

Quer saber mais como o SEO para ecommerce pode ajudar a sua loja a ter resultados cada vez melhores? Entre em contato com a nossa equipe e tire suas dúvidas!

Clique aqui e fale com a nossa equipe especializada em performance!

    Por Felipe Trudes

    Novos negócios