O que você precisa saber sobre ecommerce B2B
ecommerce b2b

Os mercados B2B e B2C sempre apresentaram possibilidades de negócio diferentes. Vender para uma empresa exige esforços completamente distintos de uma venda para pessoa física. Quando esse cenário é levado para a internet, a estrutura e o comportamento de venda também devem ser encarados com suas particularidades e, por isso, o ecommerce B2B deve ser totalmente desenvolvido para esse fim.

Utilizar o ecommerce B2B ainda é novidade para muitas empresas, já que o formato de compra online ganhou popularidade para vendas B2C e, há pouco tempo, ainda não se falava em estrutura de comércio online para vendas corporativas.

Para que esse novo modelo de negócio funcione da forma correta, um ecommerce B2B deve contar com recursos que contribuam para o núcleo do sistema de acordo com as necessidades do negócio, dessa forma, apostar em adaptações de uma loja online feita para o varejo não é o ideal para atender as exigências desse mercado.

Por ser um cenário que ainda não conta com muitos concorrentes consolidados, o ecommerce B2B ainda tem espaço para crescer e, por isso, aqueles que apostarem nesse modelo de negócio somado a boas estratégias de marketing digital podem sair na frente.

Quer saber mais sobre o assunto e entender como funciona o ecommerce B2B? Continue a leitura e tire suas dúvidas.

Junte-se a nós
Receba conteúdos sobre marketing de performance, Plataforma Vtex e performance digital exclusivos e com prioridade

Por que o ecommerce B2B deve ser diferente do B2C?

Públicos diferentes, intenções de compra diferentes, comportamentos diferentes. Até aqui já deu para entender porque a estratégia não deve ser igual, correto?

Aplicar as mesmas estratégias para mercados completamente diferentes não é o recomendado. Para exemplificar na prática, a navegabilidade de um ecommerce B2C não atende às necessidades do modelo de negócio corporativo. Em um ecommerce para varejo, os produtos são expostos em formato de vitrine virtual, apresentando preços, cores e tamanhos disponíveis para o item. Já no ecommerce B2B, não é possível utilizar a mesma estrutura, pois, na maioria das vezes, o serviço/produto é calculado conforme a necessidade do cliente, e por isso, trabalhar com tabelas de preços fixas e produtos padrão não funciona para esse modelo de negócio.

Outra diferença está relacionada às condições de pagamento. Se no ecommerce B2C a compra é efetuada a partir de um pagamento prévio via boleto, cartão ou PIX, no ecommerce B2B isso pode variar de acordo com cada cliente, sendo a opção mais utilizada o faturamento da compra, ou seja, o cliente faz o pedido e a empresa emitirá os boletos para então, fazer a liberação do crédito e realizar o pagamento posteriormente. Esse é um ponto fundamental para uma loja online com foco em empresas, pois em uma plataforma desenvolvida para esse objetivo, além de ter várias configurações possíveis de pagamento, é possível que seja alterada de acordo com cada cliente, assim, torna-se possível também, oferecer acesso à melhores condições de pagamento, melhores prazos e menos juros para àqueles que são considerados melhores clientes para a empresa.

Aproveitando o assunto de compra faturada e liberação de crédito, o cadastro prévio para autorização de limites dentro do ecommerce B2B é outro diferencial de uma plataforma com esse objetivo. Para que seja possível oferecer esse tipo de pagamento, um ecommerce B2B possibilita que o processo de aprovação de cadastro seja realizado. Dessa forma, é possível definir um limite de crédito dentro da loja para que o cliente faça suas compras faturadas. 

Se no ecommerce convencional a presença de vendedores é dispensada, no ecommerce B2B ela pode ser fortemente trabalhada. Como assim? Nas plataformas de venda B2B, os representantes comerciais conseguem interagir com sua cartela de clientes, personalizando o atendimento e estreitando o relacionamento mesmo que digitalmente. Para que isso aconteça, o vendedor deve ter acesso aos clientes que atendem, inserir os pedidos realizados na plataforma, acompanhar o andamento da compra e computar as comissões que lhe competem. Dessa forma, é totalmente possível potencializar as vendas e fazer do ecommerce B2B um grande aliado na receita mensal. 

VTEX e o ecommerce B2B

Atualmente, a VTEX é uma das únicas plataformas de ecommerce B2B do mercado capaz de atender essas e outras especificidades do comércio online corporativo. Além disso, a plataforma ganha ainda mais destaque por entregar todas as funcionalidades necessárias para manter a gestão do ecommerce B2B nativamente, o que quer dizer que dentro da plataforma existem recursos bem específicos que podem ser gerenciados e automatizados sem grandes dificuldades.

Outro ponto positivo do ecommerce B2B da VTEX é a possibilidade de personalização, oferecendo uma experiência sob medida para o seu negócio e apresentando soluções personalizadas para cada cliente. Essa é uma maneira de gerar novos pontos de identificação do cliente com a sua marca e entregar mais valor para essa experiência.

Ainda tem dúvidas sobre ecommerce B2B ou quer saber como implementar esse modelo de negócio para a sua empresa? Entre em contato com a nossa equipe de tecnologia e saiba como esse novo modelo de negócio pode se tornar o grande diferencial para o seu negócio.

Clique aqui e fale com a nossa equipe de tecnologia!

    Por Felipe Trudes

    Novos negócios