GA4 - Entenda como funciona a nova versão do Google Analytics
google analytics

Quem trabalha com marketing digital sabe o tamanho da importância de contar com uma ferramenta precisa e confiável para analisar todos os dados gerados em cada ação. O Google Analytics é líder nessa função e contribui fortemente para negócios de todos os portes, entregando informações preciosas para a elaboração de novas estratégias e tomadas de decisão.

Recentemente, a ferramenta de análises do gigante do Vale do Silício apresentou uma nova versão. O GA4, como foi nomeado, tem o principal objetivo de integrar dados do ambiente Web + Aplicativos e lojas virtuais. 

A nova versão do Google Analytics tem acompanhado o crescimento do nicho de ecommerce, que sempre utilizou o recurso para analisar a performance da loja e, agora, poderá contar com novas funcionalidades para aprimorar o acompanhamento de dados da web e app.

Quer saber o que mudou na nova versão do Google Analytics? Continue a leitura e tire suas dúvidas.

Junte-se a nós
Receba conteúdos sobre marketing de performance, Plataforma Vtex e performance digital exclusivos e com prioridade

O que mudou no GA4 – a nova atualização do Google Analytics?

Podemos dizer que GA ganhou algumas atualizações significativas, mas que não pretendem assustar nenhum analista, já que as mudanças serão graduais e não afetará os usuários de versões anteriores a essa.

Nessa atualização, o Google Analytics liberou 4 recursos que impactará diretamente nas análises de ROI e nas decisões de marketing. 

Segundo especialistas do Google, há estudos que apontam que profissionais de marketing ainda apresentam dificuldade para ter uma visão mais ampla e aprofundada para extrair os dados do Google Analytics e transformá-los em informações úteis. A partir disso, a versão GA4 buscou resolver essa dor, entregando dados mais direcionados que irão auxiliar na melhora do ROI e na estruturação de planos a longo prazo.

Veja a seguir quais são os principais recursos da versão atualizada do Google Analytics:

4 principais recursos disponíveis no GA4

  • Insights mais inteligentes gerados a partir do aprendizado de máquina para identificar tendências
  • Integração mais profunda com o Google Ads
  • Medição de dados centrada no cliente
  • Controles de dados mais detalhados

Na prática, isso significa que…

Como sempre, o Google Analytics deve ser considerado o braço direito de quem atua com performance, ainda mais agora, quando temos um cenário que integra web+app. 

Com o aprimoramento do smarter insights, o Google Analytics está pronto para liberar alertas sobre tendências de dados importantes a partir de modelos de machine learning que já existem no Google. Na prática, o GA usará dados do site que apontarão quais são os itens em demanda crescente, levando em consideração a necessidade de novos clientes.

Já a integração mais profunda do com Google Ads se dá pela possibilidade de criação de novos públicos-alvo personalizados, alcançando clientes com experiências de compra mais úteis e relevantes para o negócio. Na prática, o Google Analytics irá medir as interações na web e em aplicativos, isso quer dizer que irá contabilizar também conversões, como visualizações engajadas do YouTube, por exemplo, que acontecem no aplicativo e na web, possibilitando uma visão holística dos resultados com capacidade de visualizar as conversões de exibições de vídeo do YouTube, canais pagos do Google e não-Google, Pesquisa do Google, mídia social e e-mail.

Quando falamos em dados centrados no cliente, quer dizer que nessa versão houve uma reorganização que simplificou os relatórios para facilitar a análise de forma mais intuitiva com base na jornada do cliente. Na prática, você poderá ver quais canais estão gerando novos clientes pelo relatório de aquisição de usuários e depois, usar os relatórios de engajamento e retenção para entender as ações que esses clientes realizam e se permanecem por perto após a conversão.

Para finalizar, o Google Analytics na versão GA4 disponibiliza o controle de dados mais granulares, que vão auxiliar o analista a gerenciar a forma como essas informações serão coletadas e retidas. Outra maneira de utilizar esse recurso é especificar como esses dados poderão ser utilizados para publicidade. Na prática, o analista poderá optar quando usar os dados do cliente para otimizar os anúncios e quando limitar o uso dos dados apenas para medição.

Como usar o novo Analytics

Se você já utiliza o GA em outras versões, não se preocupe, pois a mudança não será automática. Dessa forma, terá tempo para aprendizagem da nova ferramenta sem perder a configuração já utilizada por você. Porém, para novas contas, não é possível optar pela versão anterior, sendo essa a  experiência padrão para novas propriedades.

Para ter acesso a versão GA4, o Google recomenda que seja criado uma nova propriedade ‘Google Analytics 4’ (que antes era chamada de propriedade App + Web) junto com suas propriedades existentes. Assim, você poderá aprender gradualmente como operar com os novos recursos e tornar suas campanhas ainda mais direcionadas ao resultado.

Hora de investir em alta performance

A we.digi possui um núcleo desenvolvido especialmente para gerenciar campanhas de alta performance, a we.digi growth. Com um time fortemente qualificado e com olhar treinado para resultados reais, o alto desempenho com processos sólidos e transparentes fazem parte da essência dessa etapa e são um importante diferencial em relação às agências de performance.  Se você busca um parceiro para ter um crescimento é real e duradouro, fale com a nossa equipe agora e dê um novo passo para o seu crescimento online. 

Clique aqui e fale com a nossa equipe especializada em performance!

    Por Fabio Costa

    Head de Mídia
    Pai de um casal pimentinha
    Apaixonado por filmes e Copa do Mundo