Como adequar seu e-commerce a lei de proteção de dados LGPD - we.digi

M.D: LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – foi lançada em agosto de 2018 para proteger dados pessoais e regulamentar seus procedimentos de coleta, transmissão e processamento. A we.digi vai explicar, no decorrer deste conteúdo, como a LGPD impactará no seu negócio online em 2020 e o que você precisa fazer para implementá-la em seu e-commerce.


Para quem ainda está um pouco por fora do assunto, a LGPDLei Geral de Proteção de Dados Pessoais – foi lançada para proteger dados pessoais e regulamentar seus procedimentos de coleta, transmissão e processamento de dados dos usuários da internet.

Junte-se a nós
Receba conteúdos sobre marketing de performance, Plataforma Vtex e performance digital exclusivos e com prioridade

A LGPD entrou em vigor no mês de agosto de 2020 e será fiscalizada pela ANPD, órgão responsável por levar esta cultura de proteção de dados aos usuários e empresas espalhadas pelo Brasil.

A aprovação da LGPD segue as tendências globais. Na Europa, o GDPR, em vigor a partir de maio de 2018, é uma lei semelhante criada para regular a privacidade dos cidadãos da UE e proteger os dados pessoais.

Tal fato fez com que empresas de todo o mundo, que possuíam negócios no continente Europeu, se adequassem às novas normas. Portanto, com o mundo cada vez mais globalizado, é normal que os demais continentes sigam o mesmo parâmetro.

Para explicar melhor como funciona a LGPD e como ela impactará no seu negócio online em 2020, a we.digi preparou um material completo com tudo que você precisa fazer para implementá-la em seu e-commerce.


Quais as mudanças trazidas pela LGPD?

Antes da promulgação da lei, as empresas eram livres para utilizar os dados pessoais obtidos por meio de cadastro em suas próprias plataformas ou por captação de clientes em potencial, independentemente de os dados serem provenientes de redes sociais ou de bancos de dados de terceiros.

Com a implementação da LGPD, as empresas só poderão processar os dados pessoais dos seus clientes — ou visitantes dos seus sites — de acordo com um regulamento específico.

Esta regulamentação determina que as empresas devem esclarecer aos seus usuários/clientes sobre a utilização de seus dados na esfera virtual.

Muitas pessoas não têm ideia de que seus dados são compartilhados através dos cookies quando elas acessam um determinado site. Muito menos entendem o motivo pelo qual aparece uma propaganda de um produto minutos depois delas pesquisarem pelo mesmo nos sites de pesquisa.

Com a LGPD todo usuário/cliente saberá que seus dados estão sendo compartilhados para uma determinada finalidade — e as empresas devem ser claras quanto a isso.

Ainda no parágrafo anterior, é necessário expressar claramente para o usuário que ele concorda em processar os seus dados pessoais de forma a cooperar com a carteira de clientes de determinadas empresas ou parceiros desta empresa.

Penalidades caso haja descumprimento

O não cumprimento da LGPD pode resultar na proibição total ou parcial do processamento dos dados pela empresa, além de multas, que podem chegar a 2% da receita diária ou 50 milhões de reais, dependendo da gravidade da violação.

Então, como adequar o meu e-commerce a LGPD?

Atualize sua política de privacidade

Atualizar a política de privacidade de acordo com os 10 princípios da LGPD para fornecer transparência no manuseio de dados pessoais.

Abaixo, você encontrará os principais tópicos da política de privacidade que você deve implementar em sua loja online:

  • O objetivo da coleta de cookies e o tratamento que a loja dará;
  • Colete a finalidade do registro da loja e o tratamento que a loja lhes dará;
  • O objetivo de coletar a lista de desejos da loja e o tratamento que a loja lhes dará;
  • A finalidade da coleta de dados por meio do formulário (dados de contato, newsletters, downloads, etc.) e o tratamento concedido pela loja;
  • Mostrar ao cliente como ele pode solicitar e visitar qualquer informação sobre ele na loja;
  • Discuta medidas para prevenir o uso indevido de dados por pessoal interno e externo.

Cookies

Os cookies podem melhorar a experiência de navegação do usuário na Internet, facilitando o acesso a conteúdos que possam ser do seu interesse. Portanto, é muito importante informá-lo sobre a utilidade desse recurso.

Uma mensagem aparece no rodapé de algumas páginas, confirmando o uso de cookies através de um link para a página “Política de Privacidade”. 

Esta é uma boa maneira de explicar claramente aos usuários que o site coleta cookies.

Segurança e Cadastro de Clientes

Na maioria dos e-commerce, o registro da compra deve ser feito e, por razões de segurança, deve ficar claro por que o registro é necessário.

Além disso, para reduzir o índice de fraudes, muitas lojas têm investido em parceiros, como o ClearSale. Deixe seus clientes saberem disso também!

Lista de Desejos e Formulários

Quando um cliente adiciona produtos na sua lista de desejos, você sabe que ele pretende voltar em seu site de novo. Talvez pela variedade de produtos ou por suas promoções, contudo procure aproveitar este tráfego da melhor maneira possível.

Se você consegue entender as compras de seus clientes e disponibilizar seus e-mails para que eles tenham acesso às variações de preços e à disponibilidade de seus produtos preferidos, você está no caminho certo!

Consulta de informações

De acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, os clientes podem consultar a loja sobre o estado de seus dados.

Dessa forma, ele poderá verificar sua integridade e poderá ser solicitado a ser anônimo ou excluído.

Por sua vez, a empresa terá 15 dias para disponibilizar os pedidos de devolução. É importante criar acordos para e-commerce e outros segmentos de mercado, caso algum cliente queira verificar seus dados.

Um breve resumo sobre a LGPD

Por fim, ressaltamos que, conforme afirmado no início deste artigo, a data de vigência da LGPD é para agosto de 2020.

No entanto, para evitar transtornos e multas, certifique-se de ajustar previamente todos os aspectos citados na lei para não surgir pendências e imprevistos no último minuto.

Precisa de ajuda?
Entre em contato agora!

Agora que você já sabe mais detalhes sobre a LGPD, entre em contato com uma agência especializada em e-commerce e capacitada para implementar a LGPD no seu negócio.

Os especialistas da we.digi tem soluções personalizadas de acordo com a necessidade da sua empresa. Entre em contato conosco e saiba como podemos lhe ajudar.


    Por Felipe Trudes

    Novos negócios