Dicas para uma campanha de e-mail marketing eficiente

O marketing digital já se firmou como aliado indispensável para qualquer empresa que queira atrair público qualificado para seu site e manter relacionamento constante com seus clientes. E no que se trata de relacionamento, o e-mail marketing é a ferramenta mais eficiente.

O e-mail marketing é muitas vezes mal visto por estar constantemente associado ao spam. A culpa disso é dos muitos anos de mal uso da ferramenta, onde diversas empresas cometeram abusos, e essa saturação fez com que o e-mail fosse deixado um pouco de lado.

No entanto, o e-mail marketing nunca deixou de funcionar, pois o e-mail é a coisa mais simples e fundamental que alguém pode ter na Internet e as pessoas já têm a ferramenta totalmente incorporada às suas vidas.

Os e-mails são a forma de contato mais direta e profunda que se pode ter. Em redes sociais como Twitter, Facebook e Instagram fala-se para todos ao mesmo tempo e as conversas se perdem umas entre as outras. Além disso, se alguém não está online no momento da publicação dificilmente lerá o que foi publicado antes.

Já os emails são olhados cuidadosamente todos os dias. Por mais que todos tenhamos que lidar com spams indesejados, há uma tendência de acompanhar cada mensagem. Com isso conseguimos uma atenção exclusiva (mesmo que por um breve instante) em um momento de distração bem menor.

Contudo, não basta focar os esforços apenas no envio, é preciso uma estratégia bem elaborada para não ser visto como algo negativo pelo consumidor. É importante determinar quais serão os posicionamentos da marca e quais valores ela quer agregar com a ação.

Nesse artigo queremos focar em duas das principais táticas a se considerar numa estratégia de e-mail marketing: Frequência e Segmentação.


Frequência

Encher a caixa de entrada de seus contatos apenas oferecendo produtos pode não ser bem visto por eles, entretanto há sempre a possibilidade de variar o conteúdo. Muitas empresa tem como estratégia enviar e-mails diários, mas mesclando ofertas com conteúdo útil para o cliente não se sinta num dilúvio de spams. O ideal é sempre utilizar conteúdo relevante ao público que queremos atingir, pois mesmo anúncios de descontos podem tirar o interesse do cliente se forem muito massivos.

Outras marcas optam por enviar e-mails com uma frequência menor, somente em ocasiões especiais, liquidações ou quando quer divulgar alguma oportunidade única em seu e-commerce.
A estratégia funciona mas tem sua desvantagem, afinal quem não é visto não é lembrado. O ideal é testar as táticas que melhores se adaptam a realidade do seu público.


Segmentação

Definições como Classe Social, Idade e Gênero são coisas ultrapassados. Hoje é possível segmentar o público de acordo com seu perfil e comportamento.
 
E para o email marketing não é diferente. Desde a captação do email de um consumidor interessado, já é possível pedir informações como categorias de produtos preferidas, data de aniversário, entre outros.
 
Em e-commerces é possível ir mais longe, no que chamamos de régua de relacionamentos. E-mails para lembrar de carrinhos abandonados, oferecer produtos complementares ou de acordo com a navegação dos visitantes são alguns dos mais comuns.

Nos próximos textos pretendo citar mais táticas interessantes para otimizar ainda mais as estratégias de e-mail marketing.


Compartilhe essa página

Deixe seu comentário