E-mail marketing: 5 erros que sua empresa deve evitar

Em nosso blog, já publicamos algumas dicas que você precisa saber para criar uma campanha de e-mail marketing eficiente, já falamos sobre os diferentes tipos de e-mail e como conseguir criar uma estratégia de vendas evitando o uso de spam.

Apesar de outros tipos de comunicação estarem crescendo, como as redes sociais, o e-mail marketing ainda é uma ótima estratégia e que traz resultados muito bons, por isso continua sendo usada amplamente por diversas empresas.

Por isso, hoje vamos compartilhar 5 erros que sua empresa deve evitar ao trabalhar com e-mail marketing se quiser ter sucesso.

Usar títulos sem graça

Seus clientes, com certeza, recebem dezenas de e-mails por dia e, se você usar um título sem graça, vai ser apenas mais uma na multidão, com grandes chances de ser movido para a lixeira sem nem ser aberto.

Existem algumas dicas para criar um título de e-mail interessante, veja só:

  • Crie títulos curtos
  • Eles precisam ser claros e diretos
  • Faça-os serem instigantes, despertando a curiosidade do leitor
  • O objetivo do e-mail deve ser claro, mas você também pode criar um mistério para que o cliente não consiga resistir a abrir a mensagem

Não manter a regularidade

É preciso manter uma regularidade no envio das mensagens aos seus clientes, porém ela deve ser numa frequência razoável: nem para mais, nem para menos. Explicamos:

  • Se você mandar e-mails demais, todos os dias, é muito possível que sua audiência fique sobrecarregada e se descadastre da sua lista ou marque seu e-mail como SPAM, o que é pior ainda.
  • Se você mandar e-mails de menos, você tem grandes chances de ser esquecido pelos clientes.

A frequência ideal só é conquistada após testes, pois cada tipo de cliente se comporta de um jeito, então tenha paciência e pense na sua estratégia com cuidado, sempre analisando os resultados.

Não segmentar seu conteúdo

Dependendo do tipo de produto ou serviço que você vende, é preciso criar conteúdo específico para cada tipo de cliente.

Nem todos os clientes estão na mesma fase de compra, pois existem diferentes estágios de interesse, por exemplo: os que apenas se cadastraram e nunca compraram com você, o que já compraram muito tempo atrás, os que são clientes assíduos...

Não tem sentido enviar o mesmo conteúdo para todos eles, então não esqueça de segmentar seu público e conteúdo!

Enviar apenas e-mails de vendas

Se você sempre enviar e-mails totalmente comerciais, se tornará cansativo para os leitores.

O interessante é também enviar conteúdos de "nutrição”. O que são? Conteúdos informativos que abrangem não apenas os seus produtos, mas todo o universo de consumo e interesse em que os clientes estão inseridos.

Por exemplo, se você vende tênis de corrida, assuntos interessantes a serem abordados são: calendário das principais corridas de cada região, benefícios da atividade física, lançamentos tecnológicos na área, tendências e outras informações relevantes para esse público.

Comprar listas de e-mails

A prática de comprar listas de e-mails não é recomendada por nós (nem pela maioria das empresas sérias de marketing digital). Nunca compre uma lista pronta! Quer alguns motivos?

  • A segmentação é baixa e provavelmente não tem nada a ver com o seu verdadeiro público
  • As pessoas da lista não autorizaram o envio desses e-mails, por isso o nível de descadastro e denúncia de SPAM será enorme
  • Você apenas irá desperdiçar dinheiro

Quer fazer uma campanha de e-mail marketing que funcione e traga clientes interessados no seu negócio? Fale com a We.Digi, temos o planejamento certo para você!

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário