10 dicas para um e-commerce de sucesso

Estamos em anos de vacas magras da economia brasileira, mas o mercado digital dá um show de vigor e apresenta nos últimos anos taxas de crescimento acima de 20%. Sem dúvida que um mercado com tanto potencial de crescimento não pode ser ignorado e não é a toa que tantos empreendedores e empresários estejam pensando em se lançar no e-commerce.

Para ter sucesso é preciso planejamento e atenção a fatores chave de sucesso. Abaixo eu elenco 10 dicas que julgo vitais para o sucesso de um e-commerce. 

 

1 - Valorize sua experiência

Faz muito mais sentido trabalhar com o que já entendemos e temos experiência. Valorize sua história de vida e da sua empresa, isso certamente será sentido por seus clientes, fornecedores e colaboradores, além disso, será muito mais fácil lidar com o que você conhece. 

Tentar ser o que não somos e nem nunca fomos certamente reduz nossas chances de sucesso. 
 

2 - Defina seu público-alvo  

É impossível agradar a todos, especialmente quando se é pequeno. Escolha e tenha claro quem é seu público-alvo. Defina o sexo, faixa etária, classe econômica, localização geográfica e até o estilo de vida. 

Mercados de nicho e menos explorados são interessantes para e-commerces iniciantes e ajudam a fugir da grande concorrência. Dessa forma será mais fácil direcionar seus investimentos de marketing e com isso ser mais assertivo e evitar desperdícios.
 

3 - Coloque no papel sua Missão, Visão e Valores 

Isso se chama posicionamento estratégico e ele será fundamental para auxiliar suas decisões e torná-las mais coerentes. Evitará que você tente abraçar o mundo com as mãos e guiará seus esforços em busca do que é mais importante para atingir seus objetivos.
 

4 - Defina seu investimento inicial e capital de giro 

O principal motivo da alta mortalidade dos e-commerces brasileiros é a falta de planejamento nesse quesito. Não basta ter uma ótima ideia e um plano de marketing incrível, se não tiver estrutura financeira para o investimento inicial e também para a sustentação da operação. As chances de sucesso se reduzem demais. 

O ideal é que além do investimento inicial, haja capital para sustentar o negócio por no mínimo 6 meses, sendo que 2 anos é o ideal. Faça um planejamento prévio da operação, estimando todos os custos envolvidos e a necessidade de dinheiro para a sustentação do negócio em 3 cenários: um excelente, um razoável e um péssimo. 
 

5 - Seja criativo em sua estratégia de marketing  

Costumo dizer que um e-commerce é uma loja num ponto ruim, numa rua onde não passa gente, portanto uma estratégia de marketing eficiente é essencial. 

Os custos de propaganda estão cada vez mais altos e proibitivos, se não houver estratégia, as despesas de marketing poderão sangrar o negócio a um ponto sem retorno. 

Defina um orçamento e seja criativo, buscando mídias online e offline. O Google AdWords não é a única alternativa de marketing, pense nas Redes Sociais, produza conteúdo e tenha um Blog. Capriche na descrição dos produtos, nas fotos e vídeos, use o e-mail marketing e acima de tudo explore sua rede de relacionamentos. 
 

6 - Foque na fidelização do seu cliente 

Estruture seu negócio para encantar o seu cliente, procure superar as expectativas. Pense e cuide de cada detalhe da sua operação: a interface do seu site, a experiência do usuário, o fechamento do pedido, o gateway de pagamentos, a agilidade da expedição, o cuidado com a embalagem e a agilidade da entrega. 

O atendimento deve ser cuidadoso e focado na satisfação do cliente. Cumpra a legislação e o que promete. Esse é um bom caminho para fidelizar o seu cliente e contar com sua recompra. Hoje com os altos custos de aquisição de mídia, fidelizar o seu cliente é estratégico.
  

7 - Selecione o produto certo para vender 

De nada adianta ter o melhor atendimento, a estratégia de marketing mais criativa, o mais adequado posicionamento estratégico e não ter o produto certo para vender. Estude e conheça bem o mercado que vai atuar, para que tenha certeza que está entregando um custo benefício excelente para o seu cliente. 

Frequente feiras do setor, prospecte constantemente novos fornecedores e aperfeiçoamentos no produto e pesquise a concorrência. Lembre-se que a administração eficiente do estoque é fundamental para o controle financeiro, pois o custo do estoque é sempre alto. 

Se tiver pouco capital de giro evite negócios que exijam grande variedade de modelos. 
 

8 - Escolha com calma seus parceiros estratégicos 

A escolha da plataforma, do gateway de pagamentos, do parceiro logístico e em alguns casos do sistema de gestão (ERP) é fundamental, pois eles serão os seus  parceiros mais próximos em sua operação. Lembre-se que um e-commerce para ser excelente precisa ser altamente funcional. 

Ao mesmo tempo a escolha deve ser muito cuidadosa, pois parceiros muito caros podem inviabilizar sua operação, especialmente no inicio. Evite custos fixos altos e opte por custos variáveis.
  

9 - Forme uma equipe preparada e comprometida 

Para tudo dar certo é preciso uma equipe preparada, comprometida e engajada com o bom atendimento ao cliente. Isso só se dá com a escolha de colaboradores dinâmicos e auto-motivados. 

Demore para escolher e demita rápido quando perceber que não é o colaborador ideal. Invista no treinamento e peça ajuda para seus fornecedores nessa questão. Crie planos de carreira e pense em remuneração variável de acordo com os resultados dos negócios. É importante que eles tenham expectativa de crescimento profissional.
 

10) Profissionalize-se 

O comércio eletrônico e o mercado digital estão em efervescência, ou seja, as novidades e oportunidades surgem diariamente, mas a muito tempo deixou de ser lugar para amadores. 

É preciso estar constantemente atualizado e para isso nada melhor que estudar, fazer cursos, assinar revistas e newsletters, visitar constantemente sites especializados, frequentar eventos e criar networking. Informação é fator chave de sucesso no e-commerce. 


Por Jean Makdissi, CEO da IntimaStore.com

Compartilhe essa página

Leia também:

Deixe seu comentário